Política em Destaque

[PolíticaTOP][bleft]

Negócios em Destaque

[NegóciosTOP][grids]

Ban Ki-moon quer uma mulher à frente da ONU

.


Ao fim de 70 anos da organização, e depois de oito lideranças, Ban Ki-moon, ainda secretário-geral, afirma que é tempo da ONU ser liderada por uma mulher. 

Em declarações, indicou ainda que existem muitas mulheres de valor "na liderança de governos, organizações, empresas à escala internacional e nos mais variados sectores da vida em sociedade", referindo ainda que não existe razão para que isso não seja aplicável às Nações Unidas. 

Existem, de momento, onze candidatos à sucessão de Ban Ki-moon: seis homens e cinco mulheres, mas o secretário-geral recusa referir o nome de quem o seu candidato favorito. 

Irina Bokova, dirigente da Unesco, Susana Malcorra, antiga ministra argentina, Helen Clark, que dirige Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas, Christiana Figueres, funcionária da ONU e Natalia Gherman, ex-chanceler da Moldávia, são os rostos femininos que iram a votos. Em nenhuma das votações informais realizadas conseguiram alcançar o primeiro lugar. 

Sem comentários :


Tecnologia em Destaque

[TecnologiaTOP][list]

Economia em Destaque

[EconomiaTOP][bsummary]

Crime em Destaque

[CrimeTOP][twocolumns]