Política em Destaque

[PolíticaTOP][bleft]

Negócios em Destaque

[NegóciosTOP][grids]

Filha combate racismo dos pais de forma surpreendente

.


Allie Downdle de 18 anos vive no Tennessee, Estados Unidos e, após os seus pais a terem deserdado por ela ter um namorada afro-americano, virou-se para a Internet e pediu ajuda. Na plataforma GoFundMe, criou uma conta a 11 de Janeiro com a intenção de angariar dinheiro suficiente para conseguir pagar a sua educação. Passada uma semana, conta já com 32,460€, ultrapassando o seu objectivo inicial de 9,360€.

No entanto, a história de Downdle tornou-se viral na internet com esta clara representação do racismo existente nos Estados Unidos. Após ter começado a namorar com Michael Swift, Downdle conta “Mostrei uma fotografia dele aos meus pais, e a conversa acabou mesmo antes de ter começado. O meu pai não me deu uma opção: disse-me que não me dava autorização para voltar a ver o Michael. Porquê? Apenas por causa da cor da sua pele.”

Após ter passado um tempo a namorar em segredo, Dowdle voltou a contar aos pais. O que seguiu foi a retirada do seu telemóvel, carro e a recusa dos seus pais de lhe pagarem a faculdade.

Segundo o pai, este tratamento não é devido a um preconceito racista, indicando no entanto que Swift não era a sua “preferência”, e que o ocorrido era devido à sua filha ser “demasiado mimada” e que “se tornou óbvio que ela precisava de ir para o mundo e crescer”.

Foi nesta situação que Downdle recorreu à bondade de estranhos na internet, e a resposta, como já vimos antes, foi surpreendente. Uma grande história de oposição e luta contra preconceitos, que servirá de exemplo a muitas mais.





Sem comentários :


Tecnologia em Destaque

[TecnologiaTOP][list]

Economia em Destaque

[EconomiaTOP][bsummary]

Crime em Destaque

[CrimeTOP][twocolumns]